[ editar artigo]

3 dicas para monetizar no YouTube que ninguém te conta!

3 dicas para monetizar no YouTube que ninguém te conta!

Se a sua ideia é monetizar o seu canal no YouTube para ajudar nos resultados com a criação de conteúdo, saiba que a monetização na plataforma é assunto sério para quem busca viver da produção de vídeos.

De fato, é possível gerar lucro com a criação de vídeos sobre qualquer tema ou assunto, desde streaming de games a videoaulas sobre determinado conteúdo. E o desenvolvimento do sistema e do formato no Brasil e no mundo inspira jovens e adultos a se dedicarem às gravações e na edição de vídeos para conquistar espectadores, dinheiro e, claro, assinantes. 

Mas, é importante deixar claro desde o começo: a monetização no YouTube ainda é um desafio para o crescimento de parte dos administradores dos canais. 

Pensando nisso, a ideia do texto é explicar passo a passo de como conseguir a monetização do seu canal, conhecendo as principais etapas e realizando o procedimento de maneira correta, pois facilita para que os resultados sejam atingidos.

 

Dicas para Monetizar no youtube que ninguém te conta! | Foto: Freepik.


 

O que é a monetização do YouTube?

Imagine o seguinte cenário: em 2012, o jovem Bruno abandonou os estudos e começou a se dedicar em um carrinho de cachorro-quente para financiar seu objetivo, que é sobreviver da produção de vídeos no YouTube. No entanto, os seus pais, é claro, ficaram muito inseguros com essa tomada de decisão feita pelo menino. 

O que para muitos é uma realidade nos dias de hoje, em 2012 era pura utopia. Sendo assim, os pais do jovem não tiveram muito tempo para conseguir pensar nisso, portanto, após dois anos, seu canal se tornou o primeiro do mundo em número de inscritos. Essa história é muito parecida com a de Pewdiepie, celebridade global com um poder muito grande no ambiente online, sendo maior do que gigantescas corporações do segmento. 

O sucesso do sueco influenciou diversas pessoas ao redor do mundo, todos com o sonho de se tornarem estrelas na maior plataforma de serviço de vídeos de toda a internet.

No Brasil, surgiram Felipe Neto, BRKSEdu, Leon, Felipe Castanhari e tantos outros. Assim, o círculo de candidatos a webcelebridades foi se renovando. Segundo a plataforma online Social Blade, são mais de 23 milhões de canais existentes atualmente (dados de 2018, que levam em conta canais com um mínimo de 5 assinantes).

Logo, com um número muito grande de pessoas entrando para esse mundo e o número de usuários aumentando na plataforma a cada dia, surge a dúvida de como ganhar dinheiro com o YouTube, porém essa resposta não é tão simples quanto parece, pois, existem muitas regras e variáveis que são modificadas com frequência, mas é possível garantir que é possível sobreviver produzindo vídeos no YouTube. Portanto, esse objetivo pode ser alcançado trabalhando apenas com assuntos que você gosta.

 

Como monetizar os seus vídeos no YouTube? 

Para conseguir ganhar monetização com os seus vídeos, o primeiro passo é conhecer os detalhes sobre como monetizar na plataforma do YouTube em 2020.

Agora que você já sabe como funcionam os processos para produção de vídeo na plataforma, é hora de começar a faturar. Se o seu canal atende todos os requisitos para a criação de um canal, realize os seguintes passos manualmente:

Em primeiro lugar, faça a sua inscrição no Google AdSense, logo depois, preencha os dados cadastrais, com o site e e-mail, como também aceite os termos de uso. Além disso, não se esqueça de configurar as suas preferências de pagamento, para ter um cadastro no qual recebe pelo conteúdo monetizado. 

Outro ponto é que, para ativar os anúncios em um vídeo, é necessário seguir os seguintes passos:

  • Faça login no YouTube;

  • Clique na imagem do canal ou usuário no canto superior direito;

  • Selecione a opção “Meu canal”;

  • Clique no botão YouTube Studio (no menu à esquerda, selecione “outros recursos” e, a seguir, “geração de receita”;

  • Selecione “iniciar” para ler os termos de uso e começar o processo.

Ao alcançar os pré-requisitos básicos, listados anteriormente no texto, o seu canal cadastrado na plataforma será automaticamente avaliado pelo YouTube. Assim, se estiver tudo em ordem, um e-mail será direcionado informando a sua participação no Programa de Parceiros do YouTube. Por fim, você poderá monetizar seus conteúdos no momento do envio, selecionando a opção “gerar receita com meu vídeo”. Além disso, é possível monetizar conteúdos já existentes no canal por meio do Gerenciador de Vídeos.

 

Todos os usuários podem monetizar seus vídeos? 

Desde que você atenda todos os requisitos, políticas e diretrizes de monetização do YouTube, você pode gerar receitas em quantos canais quiser, porém o cuidado que precisa ser tomado aqui é o de não fazer concorrência para si mesmo. Portanto, o ideal  é criar canais com vídeos bem diferentes para não gerar nenhum tipo de conflito, como também não confundir os seus assinantes.

Outro detalhe importante é que você não precisa desenvolver uma conta nova no AdSense para cada canal que deseja monetizar. Afinal, o Google só permite um registro por CPF, assim, uma só conta basta.

Por isso, agora que você já sabe como monetizar no YouTube, o ideal é buscar por novas estratégias de monetização que possam ajudar o seu canal a ser notável no mercado, diferenciando os seus vídeos dos concorrentes que atuam na plataforma.

 

Método Sirius

Muitas pessoas pretendem usar ou já usam as redes sociais de maneira profissional. No entanto, boa parte desses empreendedores digitais não atingem os resultados esperados, mesmo postando com frequência no Instagram e no Facebook, ou publicando vídeos no YouTube. Este é o seu caso? Então, o Método Sirius foi feito para você. Com ele, você irá:

  • Criar conteúdos que gerem resultados rápidos e a percepção imediata de autoridade;

  • Postar conteúdo certo, no momento certo e na frequência certa;

  • Ganhar reconhecimento, visibilidade, seguidores e um negócio on-line milionário.

Além disso, com o Método Sirius, você terá à sua disposição lives exclusivas, onde seu projeto poderá ser analisado ao vivo; um grupo de acompanhamento, que inclui o criador do método, Bruno Ávila, e outros grandes notáveis e, ainda, receberá todas as atualizações durante um ano. Para ter à disposição esses recursos, saber mais sobre monetizar vídeos e ainda conhecer cases de sucesso e êxito do Método Sirius, acesse o site e cadastre-se na lista VIP!

Educação do Futuro
Atendimento Dev2
Atendimento Dev2 Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você