[ editar artigo]

Confira dicas de como estimular a criatividade dos alunos quando os estudos estão puxados

Confira dicas de como estimular a criatividade dos alunos quando os estudos estão puxados

A criatividade é algo fundamental na vida de um estudante, dessa forma, quanto mais você conseguir estimulá-la, mais irá te beneficiar. O que muitas pessoas não sabem é que existem diversas dicas que ajudam a estimular essa criatividade.

Muitas pessoas definem criatividade como ter ideias fora da curva, que nunca foram usadas antes, mas na verdade a criatividade é um exercício. Ser criativo é exercitar a mente e aprimorar constantemente sua bagagem intelectual. Portanto, não podemos nos basear apenas na questão do lado esquerdo do cérebro ser a da criatividade, enquanto o lado direito é o da racionalidade. Isso é simplificar demais o funcionamento do nosso cérebro.

Ideias criativas fazem toda a diferença na hora do estudo. | Foto: Pixabay.

Primeiramente, precisamos entender que quando falamos de estimular a criatividade, existem três redes dentro do nosso cérebro que são os pontos principais: a rede executiva, de atenção ajuda a estar atento e focado; a imaginativa, que permite “sonhar acordado” e se imaginar no lugar do outro; e a rede de importância, que permite identificar coisas que estão na sua memória e inconsciente e que são importantes no mundo à sua volta.

A partir disso, uma mente criativa tem total relação com a capacidade de explorar soluções com os recursos disponíveis ou com o meio em que estamos inseridos.

A criatividade é, acima de tudo, ação. É movimentar-se, absorver conteúdos e expor sua perspectiva ao mundo e são fundamentadas em duas etapas em que uma é dependente da outra que são pensamento e produção. A relação de dependência é em virtude de se você apenas pensar, mas não agir, isso faz de você uma pessoa ‘imaginativo”, visto que você não colocou em prática essa ideia.

A partir do momento que você pensa e produz, isso te torna uma pessoa criativa. Então, resumidamente, ter criatividade não é nada além de pensar e produzir, mas pensando mais a fundo, a criatividade envolve externar suas ideias, materializar soluções, representar inovações, dar ao mundo soluções viáveis.

Nessa matéria você vai descobrir diversas formas de estimular a sua criatividade para te ajudar da melhor forma possível. Nela você vai entender também o que fazer caso a criatividade desaparecer. Confira dicas de como estimular a criatividade dos alunos quando os estudos estão puxados.

Preparação

Uma das formas de estimular o processo criativo é através da preparação. Ela pode ser feita da seguinte forma: todos os dias busque referências, leia muito, muito mesmo; aprenda outras habilidades, consuma outros estilos visuais, ouça outros tipos de música, converse com pessoas diferentes de você sobre diferentes assuntos. Dessa forma, o processo criativo funciona igual um treino, necessita de repetição para melhor. Portanto, se você ainda não tem esse costume, é bom começar já!

Incubação

Uma outra forma de estimular a criatividade é através da incubação. A cada vez que você exercita o cérebro, ele se torna mais capaz de gerar associações, sendo assim, você consegue filtrar as ideias para chegar no seu objetivo. Também é normal que você esteja muito ocupado durante as primeiras horas do dia para se sentar e focar. Afinal, tarefas imediatas tendem a criar preocupações e distrações que podem atrapalhar o processo criativo.

A solução para esse problema é equilibrar da melhor forma possível o seu dia. Uma ótima indicação para você aprender a equilibrar o seu dia é o livro de Christian Barbosa, “A Tríade do Tempo''.

Meditar e Anotar 

Meditar também é essencial, quanto mais nossa mente fica tranquila, maior a chance de a pessoa conseguir usufruir da sua criatividade. Nosso cérebro, por mais que tenha bastante espaço, não tem como captar tudo. Portanto, anotar é fundamental para captar o máximo de informações possíveis, além disso, a prática de escrita criativa também estimula você a expor e organizar as ideias.

Exercite suas memórias 

O campo da memória é uma parte do nosso cérebro, que exige muito trabalho para ser criativo. Quando estamos estudando, trabalhando ou aprendendo algo novo, certas partes do nosso cérebro ficam mais ativas que outras. É por isso que precisamos estimulá-lo para que nossa memória de trabalho, como é chamada a memória temporária que se origina através de estudos e leituras por exemplo, fique ativa. Essa memória de trabalho é fundamental quando precisamos lembrar uma frase ou conceito que acabamos de aprender, e uma forma de ativar esse tipo de memória é através da leitura.

Métodos criativos x métodos tradicionais 

Para entender como a criatividade se desenvolve na educação, precisamos considerar abordagens criativas em relação aos métodos educacionais tradicionais. No sistema educacional tradicional, os professores são o corpo principal e a voz ativa na sala de aula.

É ele quem dá a ordem para agir, e os alunos geralmente só replicam o conhecimento, na maioria das vezes teoricamente. Este é um sistema que ainda é amplamente utilizado nas escolas brasileiras. Para alcançar um sistema diferente de organização de classes, os professores precisam inovar na criatividade.

Quando um professor fala com um aluno, ele automaticamente permite que o aluno encontre uma solução para o problema. Os alunos devem usar ferramentas criativas para responder a perguntas, mesmo que não estejam realmente sendo resolvidas da maneira correta. Assim, o professor transita da voz primária para aquela que media a forma criativa do aluno.

Por exemplo, quando o professor está explicando sobre saúde física e pergunta quais são as possíveis razões para problemas físicos, os alunos precisam encontrar uma maneira de responder a essa pergunta, mesmo que não saibam a resposta correta. Sim, essa é uma das muitas maneiras de estimular a criatividade nos alunos sem alterar o que precisa ser aprendido.

Um ótimo site para você estimular sua criatividade e achar diversas soluções para conseguir estimular a criatividade dos seus alunos, fora outras diversas vantagens é a InterEdTech. O site conecta universidades tradicionais a soluções digitais, partindo de recursos acadêmicos, tecnológicos e de marketing digital, integrados em um ecossistema de plataformas. Um objetivo que move eles é gerar a maior conversão de matrículas, através das melhores experiências tecnológicas e de aprendizagem. Conheça os cursos gratuitos!

 

 

Educação do Futuro
Fala! Universidades2
Fala! Universidades2 Seguir

O FALA! é uma startup de comunicação que gera experiências entre universitários e marcas. Todas as iniciativas são divulgadas em nossas plataformas: revista impressa, site falauniversidades.com.br e também no portal de notícias R7.com

Ler conteúdo completo
Indicados para você