[ editar artigo]

ENSINO DISRUPTIVO? MORFOSSINTAXE?

ENSINO DISRUPTIVO? MORFOSSINTAXE?

Christensen estava certo...

As Rotações por Estações, inclusive no período remoto, engajam não só os alunos como professores.

Nesta realidade, os alunos dos 7ºs e 8ºs anos do Colégio Santa Marcelina puderam ser protagonistas no processo ensino-aprendizagem e verificaram melhorias nos resultados das avaliações.

Na forma tradicional, o trabalho com a morfossintaxe, muitas vezes, na visão do aluno, parecia algo complicado e cansativo. Agora, com as metodologias ativas, tudo ficou mais dinâmico, visível e divertido.

O que se pensou?

LP - Morfossintaxe é um assunto que assusta os alunos, pois toda vez é passada a imagem de que é algo complexo demais... Como DESCOMPLICAR esse problema?

TE - Existem soluções possíveis, principalmente nesse período remoto. Acreditamos que a inovação está nas relações que promovem a aprendizagem dos estudantes. Para isso, foram necessários alinhamentos entre TE e LP.

Confira o resultado no link: https://csmsp.com/TecnoLp 
E a experiência foi relatada no curso gratuito na UDEMY
https://www.udemy.com/share/103U6CA0EYdV1QQng=/
 

 

Educação do Futuro
Ler conteúdo completo
Indicados para você