[ editar artigo]

Lição de casa, será que é necessária?

Lição de casa, será que é necessária?

 

Será que "lição de casa" tem mesmo uma função pedagógica importante em qualquer idade? Será que cumpre o objetivo de reforçar o que foi ensinado e estimular a autonomia da criança?

Faço essa pergunta a mim mesma, desde que essa "questão" surgiu por aqui, com a tarefa diária de meus filhos de fazer a "lição de casa". E o que percebo e sinto é que é uma obrigação para eles "chata" de ser cumprida. O efeito acaba sendo o inverso: falta de vontade de estudar.

As crianças de hoje tem a agenda lotada de atividades, e muitas vezes ficam sobrecarregadas. Chegam no fim do dia, e ainda tem a lição pra fazer. 

Outro aspecto é que as lições, em geral, exigem a presença e orientação dos pais. Não são atividades que todas as crianças fazem com desenvoltura e autonomia.

Não sou contra a lição de casa em si, mas acho que deveria ser repensada pelos professores e pelas instituições, de modo que fosse algo prazeroso para a criança e até mesmo para os pais. Algo que despertasse a curiosidade das crianças, a vontade de investigar, explorar, imaginar, criar. Fazer com que a criança se sinta importante com suas descobertas.

Nesse momento tecnológico em que vivemos, decorar e copiar palavras se tornou cansativo e nada atraente. Por que não aproveitar esse momento e estimular os jogos de raciocínio? Pesquisar um assunto e fazer um vídeo falando do tema? Pensar em soluções para problemas no bairro, na cidade?

Eu acho que hoje temos muitas ferramentas para repensar e reformular a lição de casa. E muito mais do que um aprendizado, ela pode ser uma vivência que a criança jamais esquecerá.

Educação do Futuro
Dani Nalini
Dani Nalini Seguir

Mãe do Pedro e da Clara!

Ler conteúdo completo
Indicados para você