[ editar artigo]

Os Estudos no Isolamento Social

Os Estudos no Isolamento Social

Ensino à distância: a solução das escolas e do governo para atender as crianças em isolamento social por causa do COVID-19. Mas poderia realmente ser chamado de EAD??? O ENSINO de fato acontece?

Segundo os estudos das múltiplas inteligências, cada criança consegue aprender melhor de um jeito, mas o ensino das escolas especialmente nessa época é padronizado. Algumas utilizam de reunião on-line com alunos e professores, outras trabalham através de videoaulas gravadas, mas de qualquer forma, sabemos que é impossível alcançar a todas.

Realizei uma pesquisa com algumas mães antes de escrever. Elas comentaram que é muito difícil, as crianças não conseguem ter atenção para ver três horas de vídeo aula, por exemplo. Ainda mais as crianças menores, em fase de pré alfabetização e alfabetização. Algumas também usaram palavras como "desastre" e "caos" para explicar como eram as aulas das crianças... muito choro, cansaço, 

Separei alguns comentários relevantes de mães que responderam à pesquisa: 

"Na verdade..  A nossa percepção de ambiente gera o que o nosso cérebro precisa para contribuir com o processo cognitivo..  aulas na sala de casa, no escritório, na cozinha ou no quarto.. por mais confortável que seja..  não é o ambiente da sala de aula...que verdadeiramente faz parte do processo de aprendizado..  A figura do professor.. que não é a mãe ou a avó..  ou o tio... Tem um reflexo de autoridade que faz toda diferença." S.S.M. - Mãe de dois.

"Não estamos assistindo as aulas, eu desisti das aulas porque não dá para acompanhar, é muito conteúdo, os meus filhos ainda são muito pequenos, nem deveriam estar no primeiro ano ainda, então eu desisti das aulas na TV e estou alfabetizando eles usando textos-poesia, trabalhando linguagem e matemática utilizando muito com o lúdico. Faço em três momentos do dia mas tudo com muito estímulo e sem cobrança. Eles fazem as atividades que as professoras mandam a cada 15 dias e estão conseguindo." B.R.B. - Mãe de três

Por conta das dificuldades abordadas e de terem crianças em diferentes fases escolares, muitas mães assim como essas tem optado por realizar outro tipo de ensino em casa, abrindo mão por exemplo das video-aulas e priorizando trabalhar os temas de outras formas e realizar com as crianças apenas as tarefas obrigatórias. No entanto, a maioria das mães que respondeu à pesquisa, disse que teria preferência pela criança repetir o ano escolar. 

É uma posição interessante levando em consideração que o aprendizado da criança na escola se dá tanto pela experiência da aula em si, como também pela relação com os pares. A queixa da maioria das crianças observadas na pesquisa também foi que sentiam falta dos amigos e da própria escola.

Quantas vezes foi um colega que ajudou a criança a compreender uma fala da professora, quantas vezes isso acontece com você e comigo? Temos dificuldades para entender um assunto até que outra pessoa explique de uma forma que possamos compreender. 

Os pais certamente estão se esforçando, mas nem todos tem a condição ou o preparo adequado para ensinar, o que torna ainda mais frustrante a experiência tanto para eles como para as crianças.

Há relatos também de famílias que não possuem sequer uma televisão para que as crianças possam assistir as aulas, quanto mais acesso à internet. Então como poderiam acompanhar o ensino? Inclusive, dados recolhidos por uma escola pública apontam que somente 13% das crianças estão conseguindo acompanhar as aulas pela televisão ou internet.

É claro que também existem casos de sucesso, crianças que se adaptaram muito bem ao tipo de ensino, que conseguem acompanhar as aulas e realizar as atividades, no entanto, são uma minoria. 

O que dizer então aos pais? O principal é: não se culpem!!!

É algo novo, diferente e inesperado, tudo o que sai da rotina gera desconforto, uma situação assim então, é realmente muito difícil.

Então o melhor a fazer é conhecer suas crianças, entender e respeitar seus limites, ajudá-las a fazer o que é possível dentro das suas próprias limitações e não esperar que elas saibam lidar com tudo isso quando nós mesmos ainda estamos "processando" essas mudanças radicais em nosso estilo de vida.

Educação do Futuro
Grace Tomal
Grace Tomal Seguir

Trabalho com crianças desde 2008 como professora, conselheira e pastora infantil além de escrever materiais e trabalhar com treinamentos e palestras para líderes e professores. Paixões: Crianças, Livros, Música, Dança, Café, Viagem, Artes, Puzzles

Ler conteúdo completo
Indicados para você