[ editar artigo]

Relação entre aluno e professor no ensino a distância

Relação entre aluno e professor no ensino a distância

Desde o começo do ano estamos passando por muitos desafios, o que exige uma grande reestruturação da nossa rotina.

No mês de março, a quarentena foi decretada e as aulas presenciais da rede pública e privada de todo o país foram suspensas.

Dessa forma, alunos e principalmente professores, acostumados com o método presencial, tiveram que se adaptar a uma nova dinâmica de aprendizado: as aulas remotas.

Com as aulas EAD, muitas mudanças tiveram que ser feitas.

As famílias tornaram-se grandes aliadas para o sucesso do ensino a distância,  ajudando a garantir o comprometimento da criança e adolescente em relação aos horários e à frequência. Além de manter o engajamento no aprendizado, criar um ambiente favorável ao ensino em casa e suprir a falta de contato social que havia na escola tornaram-se papéis fundamentais.

Junto ao papel da família, os professores desempenham função fundamental na mediação do aprendizado e do conhecimento. 

São muitos os desafios que professores e alunos enfrentam desde o início das aulas remotas, por exemplo:

  • Necessidade de familiarização ou até mesmo desconhecimento de ferramentas e plataformas digitais
  • Lidar com distrações
  • Equilíbrio entre demandas profissionais e acadêmicas com o convívio familiar durante as aulas.

Entre outras que tornam necessária uma ressignificação na forma de interação entre os mestres e estudantes.

Uma grande dúvida que surgiu no início das aulas a distância era como manter os alunos motivados a assistirem as aulas, e até mesmo como ensinar por meio das tecnologias digitais. Uma solução oferecida pelos professores foi tornara aula mais interativa, utilizando jogos de aprendizado e dando espaço para o aluno tirar dúvidas e comentar sobre o tema.

Além disso, muitos incentivaram seus alunos a ligarem as câmeras durante as aulas, o que inicialmente não teve sucesso, já que muitos não se sentem confortáveis ou até mesmo não possuem uma. Contudo, isso é algo que tende a mudar, principalmente após um movimento feito por alunos, no segundo semestre deste ano, em que eles abriam as câmeras durante as aulas remotas e registraram a reação de seus professores.

E o que dizem os profissionais do ensino?

A professora Bianca Monteiro de Castro conta que a mudança da aula presencial para a virtual foi uma grande mudança para todos, e que muitos professores ainda não tinham contato com o digital, mas que agora, vários perceberam que é possível utilizar o ensino a distância para aproximação do aluno.

“Os alunos inclusive perceberam que é possível flexibilizar o processo de ensino e aprendizagem. Eles conseguem perceber que agora eles podem assistir a aula em qualquer momento e em qualquer lugar”, enfatiza a profissional da educação.

Bianca ainda relatou que, em quesito relação com o aluno, as redes sociais são super importantes como um mecanismo para humanizar e fazer com que eles se sintam próximos ao professor, sabendo que ele pode ser procurado: "A relação com o aluno consegue estreitar-se muito mais por meio do mundo digital e da tecnologia do que dentro da própria sala de aula”

Assista o vídeo completo: 

Independente do formato a relação humanizada entre os envolvidos no processo educacional é a chave para que o ensino torne-se mais agradável e envolvente para todos. 

Você é professor ou aluno?

O que tem achado do relacionamento e interação no EAD? Nos conte nos comentários para trocarmos nossas experiências!

Educação do Futuro
InterEDTech Tecnologias Educacionais
InterEDTech Tecnologias Educacionais Seguir

Promovemos oportunidades de novos negócios educacionais para Instituições de Ensino Superior a partir da oferta de cursos remodelados para atender as principais tendências profissionais e acadêmicas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você