[ editar artigo]

Você deixaria seu filho com alguém como você?

Você deixaria seu filho com alguém como você?

Na minha adolescência fiz o curso de magistério, lembro como se fosse hoje daquela pergunta da professora nos primeiros dias de aula: "você deixaria seu filho com uma professora como você?". Provavelmente a intenção dela é que pudéssemos nos avaliar como pessoas, se éramos responsáveis o suficiente, se tínhamos algo a oferecer, se conseguiríamos ou não desempenhar um papel tão importante.

Hoje penso novamente na pergunta, e talvez todos que trabalham com crianças hoje em dia devessem se perguntar também, e refletir sobre  questões fundamentais como: Que relevância eu tenho na vida dessas crianças? Qual o exemplo que estou sendo para eles? De que forma estou impactando essa nova geração?

Eu lembro da minha primeira professora, de quando eu tinha apenas 3 anos de idade... porque ela era assustadora, era tão grande e gritava tão alto com as crianças que eu só tinha vontade de chorar, o resultado foi que só voltei a escola depois dos 5!

Também lembro da professora Mabel (se ela foi sua professora, com certeza você também vai lembrar), ela dizia que poderíamos nunca gostar dela, mas pelo menos iamos sair dali sabendo a matéria, porque ela nos desafiava! Não nos deixava confortáveis, nos levava além no aprendizado. No fim eu gostava dela, porque me ajudava a aprender!

Quem estudou com o Jullymar (história) ou com o Jair (ensino religioso) também não esquece! Hoje existem muitos professores inusitados nos cursinhos, mas na época, eles eram os únicos que ensinavam com tanta criatividade.

Cada um deles marcou minha vida e penso que hoje é minha vez de fazer algo, que deixe uma marquinha positiva na vida de cada criança a minha volta, as que eu ensino, claro, mas também as que são da minha família, os filhos de meus amigos e as que atendo semanalmente na recepção de uma clínica.

Nós somos uma carta viva que essas crianças estão lendo diariamente. Qual a mensagem que vamos deixar para elas?

Educação do Futuro
Grace Tomal
Grace Tomal Seguir

Trabalho com crianças desde 2008 como professora, conselheira e pastora infantil além de escrever materiais e trabalhar com treinamentos e palestras para líderes e professores. Paixões: Crianças, Livros, Música, Dança, Café, Viagem, Artes, Puzzles

Ler conteúdo completo
Indicados para você