[ editar artigo]

O que é disgrafia e disortografia?

O que é disgrafia e disortografia?

 

do Blog Dom

Antes de mais nada é importante diferenciar os dois termos. Embora alguns autores falem de Disgrafia englobando os dois conceitos, há um consenso em classificar da seguinte maneira:

Disortografia é o déficit do processo cognitivo na produção textual e ortografia, ou seja estamos falando aqui de coerência e fluência na produção de textos, e também do escrever ortograficamente correto. Ela pode ser caracterizada então por:

1. Dificuldade em organizar e expressar ideias de forma escrita, segundo as regras ortográficas;

2. Pobre organização de parágrafos e pontuação;

3. Erros gramaticais

4. Erros ortográficos

Atualmente não se fala mais em disortografia, pois ela é considerada quase que uma consequência natural da dislexia, e andam sempre juntas. 
Para melhorar o processo de escrita, o uso de corretores de texto, referências visuais que auxiliem a lembrar a grafia correta das palavras e não descontar nota pelos erros ortográficos são algumas considerações.
Para a produção textual, o uso de mapas mentais, estrutura de texto e permitir o uso de aplicativos que transformam o ditado em escrita são bons auxiliares.

 

Já a Disgrafia é um transtorno da psicomotricidade, que afeta a qualidade da caligrafia, neste caso, estamos falando da legibilidade da escrita, da sua organização na página, como tamanho da letra, espaçamento das palavras, etc. Suas principais características são:

1. Caligrafia irregular,

2. Letras desproporcionais,

3. Muitas rasuras,

4. Espaçamento irregular entre letras ou palavras (sobrepondo ou desconectando)

5. Traçado irregular de letras e números;

A disgrafia apresenta forte comorbidade com a dislexia, mais de 40% dos disléxicos são também disgráficos.
No entanto a disgrafia pode aparecer de forma isolada, caso mais famoso é do empresário Bill Gates, que tem apenas disgrafia.

Outra personalidade famosa é a escritora Agatha Christie dos conhecidos livros cheios de mistério. Ela era tanto disléxica como disgráfica, a tal ponto que tinha uma pessoa só para escrever suas histórias. Ela ditava.

Exercícios para estimular a coordenação motora, como trabalhar com argila, ou traçados entre linhas, entre outros, são bons estímulos para quem disgrafia.
Permitir o uso do computador também pode ser indicado em muitas situações, já que a dificuldade é apenas na escrita à mão.

Como a escrita que é uma forma muito importante de comunicação, é importante que os educadores estejam atentos e conheçam as estratégias para minimizar as dificuldades. 

 

 

Educação Inclusiva

Educação do Futuro
Nadine Heisler
Nadine Heisler Seguir

Cofundadora da Plataforma Domlexia, com soluções digitais de facilitação de aprendizagem para neurodiversos, Nadine tem mais de 25 anos de experiência em educação e treinamento, é mãe de 4 meninas e fascinada pelo poder de transformação da educação.

Ler conteúdo completo
Indicados para você